Fui reprovado no TAF da PM de Goiás (GO), e agora?


Resolvi escrever esse texto em razão da quantidade de mensagens que recebi nas últimas horas, todas relativas ao Teste de Aptidão Física recentemente realizado (abril de 2017) no certame público para o cargo de soldado da Polícia Militar do Estado de Goiás (GO). Vou pontuar as principais dúvidas recebidas:


1. Tive problemas de saúde e não alcancei bons resultados. Posso tentar novamente?

Não. Essa é uma causa perdida em 99% dos casos. Não digo 100% porque inexiste unanimidade de entendimentos, em especial, em Direito Administrativo. Isso é assim porque: o gestor público não pode atrasar o calendário do concurso até que todos os candidatos estejam fisicamente aptos a realizar a prova; o princípio da isonomia obriga que as regras sejam impostas a todos os candidatos, indistintamente. Sobre o tema, vale pesquisa jurisprudências no Tribunal de Justiça de Goiás.


2. Quero ver as imagens de meu TAF. Pelo que lembro, fiz tudo corretamente. E aí?

Não é permitido ao candidato portar máquinas filmadoras (item 5.2.21 do Edital). Por esse motivo, a Banca Examinadora (FUNRIO) deve dispor de mecanismo para disponibilizar as imagens da realização do Teste Físico. Isso deve ocorrer ANTES DA ABERTURA DO PRAZO para o recurso administrativo, possibilitando ao candidato indicar, detalhadamente, as suas razões recursais. Caso a banca não forneça as imagens, será necessário judicializar.


3. Como se faz um recurso administrativo?

O recurso administrativo deve obedecer às regras do Edital, ser sucinto e, sobretudo, ESTRATÉGICO. É fundamental que o recurso não apresente um argumento que, posteriormente, seja negado na ação a ser proposta (ou vice-versa). É preciso manter a coerência desde o primeiro instante.Por cautela, indico dois links com MODELOS DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Esses links têm relação com outros concursos, mas acredito que os modelos ainda possam ser úteis:


https://goo.gl/dlm0aQ

https://goo.gl/Bmefww


Espero ter ajudado.

Cordialmente,

Prof. Rodrigo Almendra

(www.rodrigoalmendra.com)

#direitodeconcurso

Voltar ao MENU INICIAL